0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Sendo um, mesmo sendo dois é um grande desafio de realizar.

Chega a ser difícil entender como podemos nos tornar um sendo dois tão diferentes.

Apesar de sermos diferentes na formação, na visão de mundo, nos hábitos e costumes familiares, você já percebeu que com o passar do tempo e conforme os anos de casamento vão se acumulando, os cônjuges vão se tornando mais parecidos?

Nos tornamos parecidos no pensamento, nos gestos e até fisicamente.

Como podemos nos tornar um?
Em que aspectos nos tornamos um?
O que precisamos fazer para nos tornarmos um?

Aqui estão algumas questões nas quais precisamos buscar a unidade
Se preferir, ouça a mensagem completa

 

SENDO UM INTERDEPENDENTE

sendo um interdependente

Dependência ou Independência

Naturalmente, a grande maioria dos homens tem uma tendência de independência e quando somos independentes fazemos aquilo que dá na cabeça, sem comunicação, sem satisfação.

Uma mulher pode ser criada para ser dependente quando seus pais a “protegem”, a “defendem” e a “guardam” de tal forma que ela não tem liberdade e desenvolve autonomia para decidir, escolher ou fazer algo. Isso também poderá ser prejudicial no futuro em seus relacionamentos.

Toda pessoa excessivamente dependente pode se sentir presa, amarrada, sem liberdade e quando esta dependência é emocional a situação fica ainda mais grave.

Já deu para perceber que as duas opções são ruins e a melhor escolha é buscar o equilíbrio.

 

O ideal para o casal: Sendo um interdependente, mesmo sendo dois

 

… Mas e quando uma mulher é criada para ser independente?

Algumas mulheres foram e estão sendo criadas para serem independentes e não dependerem de homem. Apesar de isso ter seu lado bom de desenvolver responsabilidades, buscar seu sustento e se tornar forte, infelizmente, depois de casar, essas mulheres podem ter dificuldades de desenvolver a interdependência com o marido.

Há muitos lares em ruínas e frustrados pela incapacidade de unirem forças para o mesmo objetivo.

A independência nos isola, nos enfraquece e nos torna egocêntricos. De outro lado, a dependência pode nos aprisionar e gerar dependência emocional (que nada mais é do que idolatria pelo cônjuge), que é viver a vida do outro de tal forma que a sua passa a não existir (ciúmes, possessividade, exclusividade e desespero por não ter a outra pessoa ao lado).

 

A Interdependência do Casal

Quando Deus criou o homem ele viu que era bom, mas viu que não era bom que estivesse só. Por isso, Deus fez uma ajudadora para Adão a partir dele mesmo. Gênesis 2:18

Paulo em em 1 Coríntios 11:12, demonstra a interdependência entre homem e mulher.

Porque, como a mulher provém do homem, assim também o homem provém da mulher, mas tudo vem de Deus.

Homem e mulher precisam e buscam no seu íntimo ser interdependente

 

 

SENDO UM NOS SONHOS

sendo um nossos sonhos

Meus Sonhos x Seus Sonhos

Demonstramos que agimos como pessoas independentes quando não compartilhamos nossos sonhos com o cônjuge.

A grande maioria das pessoas não sabe o sonho do cônjuge porque este não é compartilhado.

Às vezes os sonhos não são compartilhados por vergonha, medo de ser criticado ou porque o cônjuge não se preocupa, não pára para ouvir.

O problema disso, é que tentamos sozinhos realizarmos nossos sonhos e nos frustramos. Além disso, é possível que os seus sonhos sejam os mesmos ou próximos.

O ideal para o casal é: Sendo um com nossos sonhos.

Quando sonhamos juntos nos fortalecemos e podemos cooperar um com o outro para a satisfação do outro na realização dos sonhos.

 

Um sonho louco

Gênesis: 37. 19. dizendo uns aos outros: Eis que lá vem o sonhador!

Muitos casais nem sabem quais são os sonhos um do outro ou julgam que o sonho dos outros são vistos como infantis, inalcançáveis ou loucos. José era um jovem sonhador, e apesar de seus sonhos parecerem loucos para seus irmãos, esses vinham da parte de Deus.

Apoie seu cônjuge na realização do seus sonhos mais louco

Nos tornamos escravos quando nem ao menos tentamos realizar ou somos o carrasco na vida do nosso cônjuge quando nem ao menos o impulsionamos a sonhar.

 

Fortalecendo um ao outro

Um ajudou o outro dizendo: Esforça-te. Isaías 41:10

Quando sabemos o sonho do outro podemos caminhar juntos e ir cooperar para a felicidade deles.

É engraçado como quando conhecemos os sonhos do outro e sonhamos juntos esses sonhos se tornam comuns, nossos sonhos. Conforme o tempo passa e você se envolve nesse sonho você passa a sonhar o mesmo sonho.

Sabendo do sonho é possível que você apoie, impulsione principalmente nos dias em que o outro por algum motivo pode perder a visão ou se enfraquecer. Ao sonhar os mesmos sonhos você pode ser a força de reativação do sonho no outro oferecendo um novo ânimo. Esforça-te.

 

Seu sonho anima e impulsiona outros

Ora, quatro homens leprosos estavam à entrada da porta; e disseram uns aos outros: Para que ficamos nós sentados aqui até morrermos? 2 Reis: 7. 3

Sozinhos temos sonhos, mas compartilhando podemos fortalecer os outros e receber força para realizar.

Um daqueles homens leprosos tinha o desejo de buscar alternativas para viverem e superar a crise momentânea.

A medida que você compartilha seu sonho é possível que você encontre novas alternativas. No verso 4 aqueles leprosos começam a buscar alternativas, soluções para vencer.

Quando eu entendo que não há o meu sonho e o seu sonho, mas o nosso sonho. Nós começamos a sonhar juntos os mesmos sonhos. cooperação, força e apoio para realizar os sonhos.

Quando se tem os mesmos sonhos e se luta com os mesmos objetivos um ajuda o outro a sair da zona de conforto, a ir mais além, a dar mais um passo em direção ao que se sonha.

Os sonhos ganham vida quando são sonhados juntos.

O casal passa a sonhar em realizar juntos seus sonhos comuns.

 

 

SENDO UM COM IDEAIS COMUNS

sendo um ideais comuns

Meus ideais x Seus Ideais

Nossos ideais são definidos a partir da nossa visão de mundo, nossas experiências.

Quando não temos os mesmos ideais, apesar de lutarmos juntos as mesmas podemos nos encontrar lutando um contra o outro.

2 Crônicas: 20. 23. Pois os homens de Amom e de Moabe se levantaram contra os moradores do monte Seir, para os destruir e exterminar; e, acabando eles com os moradores do monte Seir, ajudaram a destruir-se uns aos outros.

Se os ideais são contrários pode haver embates tão grandes e fortes que um deseja vencer o outro a qualquer custo chegando ao ponto de destruir-se.

Esses embates nos enfraquecem e destroem a confiança um no outro.

Quando temos o meu ideal e o seu ideal nós criamos regras independentes pelas quais julgamos o comportamento do outro.

 

Ideais comuns

O ideal para o casal é: Sendo um com ideais comuns.

O alinhamento desses ideais nos fortalecem e nos capacitam a viver como uma só carne. Esse alinhamento nos impulsiona a continuar a caminhada com a pessoa que está ao seu lado.

Você pode pensar no que é ideal para você, mas o que é certo a partir do seu ponto de vista, pode não ser do ponto de vista do outro.

Quando temos o meu certo e o seu certo, criamos regras independentes pelas quais julgamos o comportamento do outro.

Alinhar os ideais envolve você falar do seu ideal e ouvir o ideal do outro e procurar a convergência.

 

Onde você quer chegar com o seu casamento?

Se você é casado, provavelmente, declarou até que a morte nos separe

Quando seu casamento já tem um fim marcado e que não é a morte, tem algum problema.

O casamento é uma aliança que não termina com um adultério, com uma crise financeira, um tropeço, uma dificuldade ou eu tenho um alvo para ir bem longe com ele.

Pessoalmente, Briane e eu temos um ideal comum para o nosso casamento. Nós desejamos caminhar no calçadão da praia velhinhos, de bengala, mas juntos.

 

 

SENDO UM NAS FINANÇAS

sendo um nossas financas

Minhas finanças x Suas Finanças

Tratar as finanças separadamente diz muito sobre a independência que queremos manter e a confiança que temos no outro.

Não saber quanto o marido recebe ou não saber quanto a esposa recebe, é um forte indício de que não existe “nossas finanças” no seu casamento.

Manter dois controles gera desconfiança, demonstra independência e atrasa a realização dos sonhos e provavelmente não coopera com seus ideais.

A falta de acordo nesta questão gera muitos desentendimentos nos casamentos. Geralmente, os homens são mais seguros (pão duro) e as mulheres são mais desprendidas (gastadeiras).

 

Punindo o outro com as finanças

Você pode até duvidar, mas já vimos casais se punirem através das finanças depois de alguma briga.

Esse casal separa as responsabilidades de pagamento das despesas da casa. Então ele pagava a conta de telefone e ela pagava a conta de luz.

Quando eles brigavam as armas para punir o outro já estavam declaradas. Ele deixava tudo acesso na casa para que a conta viesse mais cara e ela fosse punida e ela ficava horas no telefone com a mãe ou alguma amiga para que a conta dele viesse mais alta.

Na verdade quem saia perdendo não era ele ou ela, mas ou dois.

O casal perde força para conquistar e realizar quando administra separadamente suas finanças.

 

Administrando nossas finanças

Ideal: Sendo um com nossas finanças.

As finanças precisam ser administradas de forma centralizada, organizada e transparente para os dois. Assim, quem deve se assumir o controle desta administração é aquele que tem mais facilidade com isso, não importa se homem ou mulher.

Não adianta alguém querer assumir o controle das finanças se paga contas atrasadas com multa, pois isso atrasa a realização dos objetivos do casal.

Trabalho em conjunto, união de forças, união de escovas, isso pode ser difícil, mas nada se compara a unir o dimdim – isso pode ser um grande problema.

 

Cartão de Crédito

O cartão de crédito é um grande vilão pela facilidade e o limite disponível.

Uma coisa que você precisa ter em mente é que usar o cartão de crédito é antecipar o uso recursos do futuro.

Cartão de crédito não algo mágico e ele não se paga sozinho, por isso seu uso precisa ser regrado e dentro de um orçamento estabelecido pelo casal.

Compras por impulso demonstram grande buraco emocional que precisa ser tratado, mas não através do uso do cartão de crédito.

 

Tenha um orçamento

Muitas mulheres que são executivas 24hs (donas de casa), são subjugadas por seus maridos que menosprezam sua inteligência, mas não convém que seja assim.

Um homem deve ter a consciência das necessidades de sua esposa e sua casa e investir na realização dos sonhos dela. Da mesma forma a mulher não pode ser egoísta ou egocêntrica e esperar que o homem faça tudo para ela e não observar as necessidades dele.

“ao que retém mais do que é justo, é para a sua perda”. Provérbios 11:24

Tenha orçamento único, mesmo que isso impacte em algumas “DR´s” (Discutir a Relação).

Se for difícil fazer orçamento único, busque ajuda, mas não administre contas separadas.

 

Como ser um, sendo duas pessoas tão diferentes?

 

Leia também:

O amor através das atitudes

Homens Sábios Aproveitam Oportunidades

Um segredo sobre os homens que toda mulher precisa saber

 

Marcelo Giovenardi está envolvido com trabalho de edificação de casais e famílias desde 2004 ministrando em retiros casais e congressos de família e atuando como coordenador do Veredas Antigas e facilitador de diversos cursos da UDF, Aliança, Crown, Educação de Filhos e Hombridade.

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×